Slider

Carta de Qualidade

Carta de Qualidade

Enquanto profissionais de informação turística devidamente qualificados em interpretação do património, os Associados da FEG dão as boas-vindas aos visitantes.

A qualidade do nosso serviço deriva da nossa crença em dois princípios fundamentais: o respeito pelos nossos visitantes como representantes das suas próprias tradições culturais e o nosso comum respeito pelo património cultural europeu. 

O nosso objetivo é informar com entusiasmo e entretenimento enquanto compartilhamos as riquezas de nosso património natural e cultural.

O nosso compromisso é um esforço constante para o desenvolvimento contínuo de nossa profissão, promovendo uma maior adaptabilidade e acessibilidade e comportamento adequado.

O nosso profissionalismo é assegurado por meio de padrões estabelecidos e recomendações de melhores práticas que cobrem os seguintes assuntos:

Boas-vindas – A recepção calorosa é assegurada por guias corteses, sorridentes, devidamente trajados e pontuais, sempre preocupados com o bem-estar do visitante.

Comunicação – o nosso sucesso na satisfação do cliente é baseado no fornecimento de informações corretas e atualizadas combinadas com habilidades de comunicação interpessoal e inclusiva.

Conhecimento – Apesar de trazermos qualidades fundamentais e qualificações prévias, qualificamo-nos como guias intérpretes através de uma sólida formação académica e profissional. Preparamos cada trabalho com critérios relevantes e específicos, oferecendo apresentações variadas e selecionadas.

Aperfeiçoamento Profissional Contínuo – Procuramos constantemente melhorar o nosso desempenho profissional, aproveitando para alargar o nosso leque de conhecimentos através da continuação de cursos e reavaliações sempre que possível, nomeadamente no domínio das línguas e da comunicação entusiástica e viva.

Organização – O foco aqui é o cumprimento do programa e a capacidade de lidar com o imprevisto sem perder de vista os objetivos principais.

Competência – Somente aceitamos trabalhos que estão dentro de nossa experiência pessoal. Isso diz respeito não apenas à nossa área de qualificação, mas também a outras competências relevantes, como idiomas, qualificações adicionais, etc.

Confidencialidade – Os princípios de integridade profissional e discrição são aplicados sem falhas no âmbito de todos os compromissos.

Ética – Os regulamentos locais e nacionais são sempre respeitados, juntamente com o exercício de um espírito colaborativo para com os colegas e os locais, apresentando globalmente uma imagem positiva da nossa profissão.

Ratificado na quinta Convenção Europeia de Guias Turísticos em Siracusa, Sicília, 2004

Alterado na Assembleia Geral de Delegados da FEG Porto de 2022

A FEG foi fundada em 1986 e é composta por 23 associações nacionais que representam 60.000 guias Intérpretes